O NEGÓCIO É "HUMILHAR"…

A graça desse jogo é que se tem de “humilhar” o adversário que está a perder,é a corriqueira atitude de quem pratica o street-basket.É desde já uma atitude covarde porque não é tomada desde o inicio.Nos Estados Unidos a modalidade é explicitamente de exibição de talentos,uma continuação dos míticos Harlen-Globetrotters,cuja função
através de décadas era a de divertir multidões jogando um basquete adaptado às conveniências do show business.Não pode existir e coexistir humilhação quando as partes em confronto se permitem tais concessões às regras do jogo.São espetáculos de malabarismo,principalmente com a bola,que de forma geral infringem as regras para permitirem tais ações,principalmente no ato de driblar e fintar.Grandes dribladores do street-basket são rejeitados pelas equipes da NBA,exatamente por só conseguirem driblar e fintar(“humilhar”em nossa concepção de péssimos tradutores,não só da lingua,como dos principios sociológicos que regem a modalidade na America)infrigindo as normas do drible previstas nas regras do jogo.Tentar fazer com que o street-basket se torne o grande vetor de renascimento do nosso basquetebol beira às raias do absurdo,pois de principio já vem destituido do mais importante fator de sociabilização entre os jóvens,o respeito pelo adversário,o respeito pela sociedade
e pelas regras.Quem são os técnicos que iniciam a caminhada desses jóvens tendo como
um dos parâmetros aceitos por todos a “humilhação”dos derrotados,quem são?Por que não encaminhar a todos para as verdadeiras origens do basquetebol?.Se têm verbas e incentivos para o street por que não para o basquetebol?Porque importam um modêlo
que de forma alguma se coaduna com as nossas necessidades de prover a união e o respeito entre a juventude.Porque permitir que se humilhe quem perde.De que são feitos esses pretensos líderes,de hip-hop? A música do verdadeiro basquetebol é a técnica de sua execução,a beleza de sua mensagem,o doce sabor do dever cumprido,e não,absolutamente não,a humilhação dos vencidos.Urge dar a todos esses jovens a oportunidade de conhecerem,treinarem e jogarem o grande jogo de basquetebol,aquele em que os adversários estendem as mãos no inicio e no final das partidas,findas as quais
permanecem amigos enquanto existirem,e não humilhados e perdidos.



2 comentários

  1. Anonymous 14.09.2005

    Existe uma so manera de jogar basquetebol,respeitando o reglamento , a practica dos fundamentos del jogo en condicaoes exatamente iguais as que el jogador se encontrara en la competenca. Isso na area tecnica-tactica. Agora ,nos como tecnicos (leiase educadores a traves do basquete)),devemos utilizar isste desporte pra forjar “seres humanos”,pessoas que controlan suas emocaoes,sei respeiten a eles mesmos e a os rivales.O “showbussinnes” no e basquete, e ninguma federacao deveria apoiar a ‘street basketball”.O basquete deve servir pra elevar os valores positivos de nossa sociedade,e os aspectos psicosociais del desporte deven ser acentuados nas “clinicas e palestras de capacitacaos de tecnicos.pois nos somos educadores,

  2. Basquete Brasil 12.11.2007

    Caro Gil,suas observações se coadunam,não só com as minhas colocações,como as de todos os professores e técnicos responsáveis pelo ensino do grande jogo.Um abraço,
    Paulo Murilo.

Deixe seu comentário

Comentários Recentes


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 8