EQUÍVOCOS

Após um tenebroso inverno,onde liminares imperaram,com idas e vindas diretivas no comando da CBB,e com um total silêncio sobre o que realmente vem acontecendo nos bastidores soturnos do nosso basquete,eis que de repente tivemos a convocação das seleções masculinas,e logo duas,para as competições importantíssimas que se aproximam.Como possuimos um elenco de formidáveis jogadores,podemos nos dar ao luxo de termos “a priori” duas seleções.Uma para o Sul-Americano,e outra para o Mundial.Esta,com os oito jogadores classe A, e a outra com os dezoito classe B. De saida,a turma B já fica sabendo que disputará 4 ou 5 vagas, dependendo dos humores do pivô Nenê e sua beligerância com o grego melhor que um presente. Serão 18 jogadores se engalfinhando por 4-5 vagas, para terem a honra de adentrarem no círculo do clube A,onde inclusive,um dos armadores já externou seu desejo de jogar na posição 2, que é a mesma do outro armador convocado, e grande estrela de sua equipe na NBA. Este, humildemente declara em sua entrevista no blog REBOTE que aceitaria voltar a jogar de 1, que foi onde começou.Como vemos, bem antes de qualquer treinamento, ou declarações dos 4 técnicos da seleção, jogadores já definem suas posições táticas na equipe.Esse mesmo jogador já teria dado uma declaração à imprensa,na qualidade de auto-representante do grupo,dando um ultimato ao rebelde Nenê,de que somente seria aceito no grupo fechado se se enquadrasse a determinadas
normas. Mas como o Sul-Americano é uma competição menor,nenhum luminar da turma A se dignará a trocar figurinhas com a turma B, pois da mesma somente 4-5 jogadores poderão almejar uma promoção, e mesmo assim como terceiras opções.Mas se olharmos e analisarmos com absoluta isenção os integrantes das duas turmas selecionadas,poderemos com grande dose de certeza avaliarmos,que ante padrões de alta técnica,somente 3 jogadores da turma A se diferenciam dos demais,Leandro,Varejão e Spliter.Seriam 4 se o impasse Nenê estivesse resolvido e equacionado. Os outros 4-5 se situam no mesmo patamar da turma B,correndo o real perigo de serem suplantados por ela.E que estes 3 jogadores sempre se situaram num patamar,não somente de alta capacitação técnica,como,acima de tudo,ética. E que,finalmente,
essa dupla convocação nada mais representa do que um falseamento de nossas reais possibilidades,pois situa aprioristicamente a idéia de que já possuimos uma equipe para o Mundial,que receberá sua complementação advinda do Sul-Americano,e que somente os posicionamentos das grandes estrelas da turma A realmente definirá a constituição da mesma.
É um perfeito lava-mãos pilatiano,inteligentíssimo aliás,de uma comissão que desde já define quem serão os culpados se algo der errado. O grande equívoco,proposital ou não,é o de se perder a excelente oportunidade de definir uma seleção de 15, e não 26 jogadores, todos no mesmo barco das competições que ora se apresentam,para que no decorrer das mesmas possam se preparar em conjunto para a competição definidora de nosso futuro internacional,o Mundial. É incrivel, que uma comissão de 4 técnicos,unidos e afinados como sempre apregoaram(aliás,um deles,o mais inteligente, no recente hexagonal, desafinou dos demais ao apresentar um sistema de jogo audacioso e eficaz,mas em contrafação aos designios da comissão nacional de que faz parte), se deixem levar por um planejamento falho na saida do processo, ainda mais se levarmos em conta a pobreza técnica e de fundamentos observadas no interminado campeonato nacional.
Por tudo isso,tenho sérias dúvidas no nosso futuro,pois uma perigosa inversão está em curso,ou seja, jogadores definindo situações,quando o correto seria os mesmos se adequarem a situações emanadas de um planejamento inteligente,dirigido e desenvolvido por técnicos capazes e lúcidos.
Num país em que jogadores se transformam em técnicos da noite para o dia,dirigindo divisões adultas sem o estágio probatório e decisivo das divisões de base, tudo de errado pode acontecer,e vem acontecendo,para gáudio e continuismo dos gregos melhores que um presente.
Estou temeroso,e brado aos deuses para não ter razão.Amén.



2 comentários

  1. Cláudio 19.06.2006

    Bom dia Paulo,

    Somente hoje vi a lista de convocados, e concordo com você. Se temos uma chance de unir um grupo, dar ritmo e sequencia, para que “dividirmos” a equipe em duas, dando um premio de consolação para alguns que serão dispensados após o sul-americano? Em épocas de copa do mundo, vemos um Brasil desorganizado e mal treinado, por falta de tempo, ritmo dos jogadores, etc. Será que isso não serve de lição? Particularmente não gosto do Lula. Acho que ele é um técnico fraco e limitado. Ele teve a sorte, ou a competência, de ter bons jogadores em seu elenco.
    Desta convocação, particularmente não conheço o jogo de alguns, como o Caio, o Luis Felipe e o Marcus Vinicius, mas, dentre os que conheço, eu não sei se o Paulão ou o arthur seriam nomes ideais para uma seleção, ou até mesmo colocar o alex como time “A”. Não acho que ele esteja neste nível. Sem pensar no erro de se convocar duas seleções, o que achou da convocação? foi sensata? óbvia?

    Abraços

    Cláudio Schmidt

  2. Basquete Brasil 19.06.2006

    Caro Claudio,a convocação não foi nem sensata e nem óbvia,foi oportuna,enquadrada nos muitos interesses em jogo,pessoais e politicos.Técnica é que não foi,e nem poderia ter sido pelos fatores acima mencionados.Continuará o nosso basquete por muito tempo ainda subjugado a tramas e interesses fora das quadras,e sinto que tudo isso nos afundará mais e mais.As fronteiras da estupidez dessa curriola parece não ter limites, mas é o que merecemos por termos permitido que eles lá chegassem.Se as oposições que já se fazem presente trocassem a beligerância esplicita,por campanhas bem estruturadas na conquista dos votos que ainda restam para vencer a próxima eleição da CBB,começando pela conquista de algumas fortes federações(Porque o Oscar não se lança candidato à Federação Paulista?),acredito que mudanças poderiam ocorrer,pois as mesmas só podem ser estabelecidas por quem deter o comando.Gritar por fora só desgasta as amidalas,nada mais.Um abraço,Paulo Murilo.

Deixe seu comentário

Comentários Recentes


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 8