ANATOMIA DE UM ARREMESSO II

Das etapas do All Stars somente uma me fez curioso e paciente para assisti-la, a dos arremessos de três pontos, talvez a única que se possa captar algo de real interesse para a modalidade. As demais foram puro circo e a mais absoluta falta do que fazer. Mas como gera muito dinheiro em divulgação e publicidade, continuam as gaiatices e encontro de compadres.

Um jogador relativamente modesto para os padrões da NBA, Jason Kapono venceu o torneio, convertendo 24 tentativas na segunda rodada. Mas o que me chamou mais atenção foi seu domínio no direcionamento da bola, com um elevado controle de seu eixo diametral, fator determinante no grande número de acertos. No artigo Anatomia de um Arremesso que publiquei em 2/11/2006, analisei um arremesso do jogador Marcelinho sob o ângulo de sua empunhadura na bola, e conseqüentes desvios que a mesma sofreria pela errônea colocação dos dedos em sua superfície no momento do lançamento.Vale à pena dar uma olhada nesse artigo(http://paulomurilo.blogspot.com/2006_11_01_archive.html), como um preâmbulo do que passo a exemplificar.

Recordemos um principio de direcionalidade no arremesso de basquetebol- “Quando a bola sai da mão do arremessador, o faz girando inversamente em torno de um eixo diametral qualquer. Se este eixo se mantiver paralelo ao nível do aro e eqüidistante de seus bordos externos, a direção estará próxima da perfeição, fator determinante para que as demais varáveis intervenientes na ação, tais como força e trajetória, determinem o sucesso do arremesso”. E esse eixo é determinado pela colocação dos dedos na bola no momento final do lançamento. Vejamos então a figura 1, onde constatamos que os dedos polegar e mínimo, responsáveis pelo domínio do eixo diametral, se aproximam dos demais dedos, aqueles que são os responsáveis pela aceleração da bola, quando de suas flexões em direção à palma da mão. Na figura 2, pela determinação gráfica do eixo diametral (a-b) da bola e do alinhamento(c-d) do polegar e mínimo com o mesmo, estando esse alinhamento paralelo ao nível do aro, deduz-se que a bola estará bem direcionada à cesta, fator determinante para o sucesso da tentativa. Nesse tipo de empunhadura, ou pega, a posição dos dedos em nada se assemelha ao corriqueiro principio de espalmar os dedos sobre a bola, com a maior amplitude possível, que é o princípio maciçamente ensinado pela maioria de nossos técnicos, principalmente nas categorias de base. Esse posicionamento do polegar e mínimo empregado pelo Kapono, obrigará que o toque final dos demais dedos na bola obedeçam duas tendências, a saber: A- Os dedos indicador e médio serão os impulsionadores finais, pois de uma forma natural estarão dispostos na superfície da bola ao final do lançamento, mas com menos autonomia de força. B-Com uma retração do dedo médio, colocando-o no mesmo nível do indicador e do anular, a concentração de força será exercida por três dedos, e não por dois como no exemplo anterior. Pela análise da foto pode-se deduzir com pequena margem de erro, ter sido esta a pega utilizada pelo jogador do Miami Heat, assim como o desfoque de letras e ranhuras na superfície da bola demonstra ter sido a mesma imbuída de uma uniforme aceleração no transcorrer do processo de lançamento. Essa concentração a mais de força é muito bem vinda para os longos arremessos de três pontos, mas exige de quem o executa uma grande margem de adaptação anatômica e longo treinamento.

Como vemos por mais uma vez, ser especialista nos três pontos não é para qualquer um, como vem acontecendo comumente entre nós, onde jogadores que sequer sabem definir quais dedos utilizam no momento da soltura da bola, se colocam como especialistas na arte do arremesso.E o pior, com o aval de seus técnicos, não muito interessados nessas insignificantes minúcias de dedos e eixos.Para eles, a fabulosa prancheta resolve esses e todos os demais problemas.Que fiquem os teóricos com essas bobagens. Amém.



10 comentários

  1. Leandro 26.02.2007

    Parabéns Paulo por mais este artigo. A tempo você vem me dando dicas de arremesso, e a cada vez vc me ajuda a melhorar algum ponto. Já consigo ter um bom controle do eixo, mas sómente parado, ainda não tenho um bom controle fazendo arremessos em movimento, mas com suas dicas e muito treino tenho certeza q logo vou conseguir ter o controle.

    Muito obrigado, mais uma vez.

  2. Basquete Brasil 26.02.2007

    Leandro,eis a dica mais importante no desenvolvimento do controle do eixo diametral:treine séries de arremessos
    em desequilibrio para os lados,para frente,para trás.Pode parecer estranho,mas é a melhor maneira que conheço para firmar e direcionar a empunhadura da bola.Lembre-se que o dominio direcional é comprovado ante condições de total desequilibrio corporal, no solo,ou no ar.O estilo,a estética do arremesso só se manifestam em completo equilibrio corporal,
    situação dificil de ser alcançada
    na dureza de um jogo.A arte do controle direcional da bola independe do equilibrio corporal,já que dissociados entre si.Pode parecer incomum,mas obedece a uma lógica espacial.Tente e verá que grandes melhoras ocorrerão.Um abraço,Paulo Murilo.

  3. Lucas 31.03.2010

    Professor, quel deve ser o ângulo das costas da mão com o chão no início do arremeço?
    É verdade que o apoio da bola se da com a parte calejada da mão?

  4. Basquete Brasil 31.03.2010

    Esqueça o alinhamento com o chão, prezado Lucas. O importante é que a mão esteja alinhada ao braço em sua extensão, posição que força a elevação do cotovelo para que a bola se mantenha estável na mão,propiciando a flexão da mão para o alto e para frente, impulsionando a bola como resultante da mesma. Tente e depois relate a experiência. Um abraço, Paulo Murilo.

  5. Mario 17.06.2010

    nossa, parabens eu tinha meu arremeço muito alem do errado e pensava estar correto apenas levando em conta com a mecanica do cutuvelo.
    seria correto eu em época de campeonato querer mudar a mecanica?

  6. Basquete Brasil 17.06.2010

    Prezado Mario, é saudável sempre estar aberto a mudanças quando necessárias. E quanto mais cedo elas sejam efetivadas melhor independendo de se estar em competição ou não. Poderá acontecer algum retrocesso na performance, mas se bem corrigidos os erros, em breve as compensações emergirão. Treine bastante e muito sucesso. Um abraço, Paulo Murilo.

  7. Felipe Lopes 08.03.2011

    Parabéns professor !!
    Tenho aprendido muito com o seu blog

  8. Basquete Brasil 09.03.2011

    Obrigado Felipe, espero estar colaborando para que seus conhecimentos sobre o grande jogo se ampliem cada vez mais. Um abraço, Paulo Murilo.

  9. Peter 18.06.2012

    Sou iniciante, mais sempre amei esse esporte e nunca tive com quem praticar, agora depois de dos meus 30 anos e que tive oportunidade de começar, gostei muito de seus artigos.

    Sempre gostei de jogos estratégicos e de ser a diferença neles, estava estudando as posições e me identifiquei com a forma na qual o armador joga com o time.

    Estou tentando compreender o máximo possível das dicas, se você puder me enviar um material ou link por email de mais material a ser a analisado e agradeceria mas já ta de parabéns pela força e dedicação na qual respondeu o povão nas perguntas anteriores vlw e abraço.

  10. Basquete Brasil 19.06.2012

    Prezado Peter, dê uma boa navegada no blog (são mais de 920 artigos publicados), e encontrará muito material sobre os fundamentos do jogo. No espaço Procurar Conteúdo, digite, por exemplo – O que todo jogador deveria saber, de 1/10 a 10/10. Anatomia de um arremesso, serie de 6 artigos. O que todo armador deveria saber I e II, o mesmo para alas e pivôs. A série Debates, a série Sistemas, e muitos outros artigos técnicos.
    Como vê Peter, muito terá à sua disposição de imediato. Boa descoberta e leitura. Um abraço, Paulo Murilo.

Deixe seu comentário

Comentários Recentes


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 8