O ENTER – DEZ ANOS DE BASQUETE BRASIL…

IMG_8017-003

Dez anos atrás, 11 de setembro de 2004, às 4hs da madrugada, hesitei em dar um Enter, iniciando a saga do Basquete Brasil. Não por receio de não ser compreendido, ou mal compreendido, haja vista meus sempre contestados posicionamentos e pontos de vista, mas pelo forçado afastamento das quadras, pelo distanciamento movido pelas decepções e pelas injustiças cometidas com o basquete pátrio, pelo avesso sentimento ao que de pior vinha se apossando do comando do grande jogo nesse imenso e pobre país. Pensei muito, e considerei ser profundamente injusto guardar só para mim o pouco que sei e  amealhei pelas andanças da vida, sempre estudando, pesquisando, e trabalhando muito, dentro e fora das quadras, nas salas de aula, do primário à universidade, nos clubes, nas seleções, aqui e lá fora.

A primeira matéria ali estava, na brilhante tela já a algum tempo, como me enfrentando, mais um dos incontáveis desafios que enfrentei por toda a vida, ganhando e perdendo, mas sempre aprendendo, sempre transferindo o saber, sempre buscando novos rumos, novos desafios.

Fui a cozinha e peguei uma xícara de café, voltei ao escritório, e lá estava a página incólume, brilhando, e uma imagem me desafiando com um sorriso no canto da boca, olhando bem dentro de meus próprios olhos.

Não vacilei, e com firmeza e determinação dei o ENTER, e graças aos deuses nunca me arrependi de tê-lo feito.

Amém.

NOTA IMPORTANTE – Muito em breve algumas sensíveis mudanças no blog, na apresentação e nova página técnica.



17 comentários

  1. Walter Carvalho 11.09.2014

    Parabens Professor,

    Aprenedmos muito lendo as suas colunas nestes 10 anos!

    Amen!

  2. Fabio/SP 11.09.2014

    Congratulações professor Paulo,

    Seu blog é uma fonte de consultas e pesquisa muito rica, além de ter possibilitado conhecer uma forma diferente de se dispor na quadra e encarar o jogo de basquete.

    Quem o julga pelo aspecto crítico perde a oportunidade de conhecer um grande ser humano, vida longa ao blog e ao senhor, abç

    Fábio Aguglia

  3. Ricardo/MS 11.09.2014

    CAro Prof. Paulo! Parabéns pelo conteúdo de qualidade que publica neste blog. Leio seu blog todos os dias e adoro. Saudações! Ricardo/MS

  4. barreto gomes 11.09.2014

    A discussão sobre o basquete brasileiro passa primeiro pela política de recrutamento e desenvolvimento da base. A parte tática e da estratégica de jogo e algo que depende muito dos elencos formados e dos adversários. O mais importante é conseguir uma forma de recrutar jogadores que possam desenvolver as diversas valências de jogo mas que tenham talento. Será que isto é tão difícil? Qual a população da Sérvia, Eslovênia, Lituania e França comparada com o Brasil? Como estes países conseguem em cada competição oficial sempre apresentar média de idade entre 26 e 28 anos?
    Voltando a falar da seleção atual, diria mesmo que falta talento
    Os pivôs são bons mas se sobressaem mais pela força que pelos recursos técnicos. São muito deficientes nos tiros de curta distância. Falta um pivôt que também saia do garrafão para arremessar, a exemplo do que fazem outros jogadores como o Anthony Davis em dos pivôts dá Sérvia. Os nossos pivôs sempre jogam da mesma forma e esta previsibilidade tem nos causado problemas.
    Não podemos também conceber, nos dia e hoje, armadores que não tenham um arremesso poderoso de longa distância (todos os 3 armadores da argentina apresentam essa característica só para exemplificar). Acho que talvez o Ricardo Fisher e o Raulzinho possam se tornar armadores com esta capacidade.
    Precisamos de alas mais decisivos na pontuação e com mais talento e não vou nem falar dos veteranos porque estão agora encerrando a atividade na seleção. Marquinhos é o único ala com habilidade e inteligência acima da média. Leandrinho tem habilidade mas não tem leitura e inteligência de jogo o que dificulta muito a sua toma de decisão nas jogadas e utiliza demais a correria. O Alex defende bem, mas podemos contar com ele para ser decisivo no jogo difícil ?
    Ou formamos melhores armadores e alas com capacidade para definir as jogadasou a seleção vair estar sempre ente o 8º e o 5º lugar..
    Jogadores veteranos como Marcelo Machado e Giovanoni não podem figurar mais em uma seleção. Mas acho que aqueles que queremr jogadores apenas por serem mais jovens e por terem bom poder de marcação estão completamente equivocados.
    Jogadores como Marcos Toledo, embora razoáveis, não possuem nível para jogar em uma seleção que pretenda subir de patamar. Se em algum momento eles merecerem uma convocação é sinal de que estaremos ainda muito mal.
    A não ser que haja uma evolução fantástica dos jogadores atuais, infelizmente acho que dos jogadores que ficaram no Brasil o único, atualmente, com condições de ser protagonista em uma competição oficial jogando pela seleção é o garoto Ricardo Fisher.
    Tomara que eu esteja errado.

  5. Victor Dames 11.09.2014

    Parabéns, professor! Podemos constatar que nesses dez anos o senhor continua seu aprendizado, aperfeiçoando-se, enquanto nosso amado “grande jogo” segue sendo açodado pela estagnação ou mesmo falta de conhecimento de muitos que o conduzem…

    Pena não comemorarmos essa data com um presente vindo das terras espanholas. Quem sabe em mais um decênio? Abraços!

  6. Sanderson Lima 11.09.2014

    Prof. Paulo Murilo,

    Daqui do nosso lado de leitores só podemos agradecer e pedir por mais 10 anos de aulas do grande jogo!

    Força!

    Sanderson Lima.

  7. Basquete Brasil 11.09.2014

    Obrigado Walter, a recíproca é mais do que verdadeira, pois a cada comentário seu mais aprendo do grande jogo.
    Um abração. Paulo.

  8. Basquete Brasil 11.09.2014

    Fábio, muito obrigado mesmo, pelos votos e permanente confiança aqui depositada, fator que muito me orgulha e lisonjeia. Jovens talentosos e estudiosos como você, me fazem confiante no futuro do grande jogo, principalmente nas categorias de formação de base, nas quais seu trabalho vem se destacando.
    Um abraço, Paulo.

  9. Basquete Brasil 11.09.2014

    Obrigado ricardo, sua audiência me comove e incentiva na continuação da saga desse humilde blog. Um abraço, Paulo Murilo.

  10. Basquete Brasil 11.09.2014

    Prezado Sergio Barreto, comentários como os seus enriquecem o blog, e também provocam debates mais do que bem vindos nesse espaço democrático e proprietário de todos que amam o grande jogo. Parabéns pelos mesmos, e muito obrigado.
    Um abraço, Paulo Murilo.

  11. Basquete Brasil 11.09.2014

    Prezado Victor, que melhor presente poderia ter senão a audiência da maior qualidade que tem tido esse humilde blog nesses 10 anos de intensa luta,belos debates, e acima de tudo, qualidade e educação do mais alto nível no democrático espaço dos comentários, Qual?
    Presente melhor, impossível, e pelo qual agradeço de coração.
    Muito obrigado pela longa audiência, que muito me honra.
    Um abraço, Paulo.

  12. Basquete Brasil 11.09.2014

    Prezado Sanderson, enquanto saúde e espírito de luta tiver, iremos em frente, e de frente, jamais nas sombras e no anonimato. Sinto-me agradecido por sua audiência desde sempre, obrigado.
    Um abraço, Paulo Murilo.

  13. Alex 11.09.2014

    Caro Barreto, na parte que me toca não gostaria de vêr o Toledo na
    seleção apenas por ser ótimo na defesa.

    Como comentei no post anterior este jogador tb evoluiu nos
    últimos anos em outros quesitos como o arremesso do perímetro.

    Não sou eu que estou dizendo… É A ESTATÍSTICA.

    Se vc pegasse 10 treinadores americanos de ponta, 9 deles com o
    material humano que temos no Brasil, convocaria o Toledo para a
    seleção.

    Inclusive pq a escola americana prioriza a defesa.

    Mas como no Brasil a prioridade sempre foi a habilidade de
    atacar… vamos continuar sendo coadjuvantes nas grandes
    competições por muito tempo.

    As escolas lituana e sérvia agradecem!

  14. Gil Guadron 12.09.2014

    Una de las cosas que hace un maestro es — compartir el conocimiento — , y su pagina ha sido exactamente eso.

    Felicitaciones !! , y le apremio para que continue en la lucha para — cuestionar — posturas establecidas, pues solo atraves del dialogo el conocimiento evoluciona .

    Mil gracias por permitirme participar en tan valorada pagina.

    Gil

  15. Josue Lima Guerra Filho 12.09.2014

    Hoje quero dar somente os PARABÉNS para um dos poucos PROFESSORES que se pode ter como honra, um intitulação tão espetacular e associada a servidão, a esperança, ao cuidado, ao amor, a compaixão dentre tantos outros atributos, adjetivos e substantivos os quais remetem a atividade desse grande profissional.

    Um blog muito bem estruturado, feijão com arroz, onde pode-se ter um debate franco e respeitoso entre os amantes do grande jogo e não só e em destaque, particularmente, tem sido meu centro de aprendizado onde não há o certo e errado, há visões e soluções/propostas diferentes para a resolução do mesmo problema (as), nas divergências, tenho aprendido muito principalmente com Walter Carvalho, Alex e Gil Guadron os quais complementam os grandes textos de Paulo Murilo dotados de vocabulários técnicos extremamente enriquecedores.

    Que Deus o abençõe para continuar mantenedor desse grande portal. E estendo aos Professores Alex, Walter e Gil que continuem participando sempre que possivel, pois muito tenho a agradecer pelos grandes comentários e poder dialogar com aqueles que militam por nosso tão combalido basquetebol.

    Abs a todos!

  16. Basquete Brasil 12.09.2014

    Amigo Gil, obrigado desde sempre por seu apoio e amizade, que me honra sobremaneira. Daqui a um pouco estarei lançando o novo formato do blog, presente do meu filho André pelos dez anos de trabalho e luta intensa, assim como a página inclusa voltada somente a técnica de jogo, na qual seus artigos, os do Walter e de alguns outros técnicos de grande qualidade terão o espaço que merecem, para que todos aqueles que se iniciam se pautem pelos mestres, e somente por eles. Obrigado por tudo Gil, é um privilégio tê-lo como amigo.
    Um abração estendido a Luiza. Paulo.

  17. Basquete Brasil 12.09.2014

    Prezado Josue, sinto-me feliz com seu permanente apoio, sempre presente com ótimos comentários, voltados ao progresso do grande jogo, e da forma mais correta, democrática, através o debate, o contraditório bem colocado e melhor ainda defendido, num permanente exercício de cidadania responsável e honesta. Obrigado. Paulo Murilo.

Deixe seu comentário

Comentários Recentes


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 8