RETORNANDO…

Nestas últimas semanas tenho lido muito sobre as políticas injustas e absurdas que cercam o nosso desporto de suspeitas e desconfianças, principalmente voltadas a seus dirigentes, longevos, megalomaníacos e profundamente dissociados das reais necessidades educacionais de nosso povo. Agora mesmo, diz-se que 5 bilhões de reais será o preço mínimo para a realização das olimpíadas de 2016, pela qual disputamos o direito de realizá-la no Rio de Janeiro, e que somente o projeto de apresentação de nossa proposta ao COI já nos levou 80 milhões!

O que poderia ser feito com relação à educação de nossos jovens pelo país afora com 5 bilhões? Meus Deuses, quase que um novo ciclo evolutivo de nossas escolas de primeiro e segundo graus, nas quais o esporte poderia ser implantado de forma curricular, e onde os professores poderiam exercer seu magistério com segurança e produtividade.

Mas não, como ficariam os especuladores, os construtores, os arquitetos do caos, os pseudo administradores dos fundos federais, do meu, do nosso contado e sacrificado dinheiro, arrecadado através injustos e vultosos impostos, os mais altos do mundo? Com a desculpa criminosa da oferta de empregos, entre outras de caráter mafioso, empurram goela abaixo da população essa ignomia, omitindo que tal quantia serviria para que os filhos destes mesmos operários saíssem e rompessem este abominável círculo vicioso em que se encontra a educação brasileira e seus indefesos utentes, nossos jovens.

Leio mais adiante noticias do nosso basquetebol, que com a proximidade da eleição para a presidência da CBB, desencadeou uma profusão de perfídias e conchavos, já a muito de conhecimento público quando tais situações políticas se tornam reais. No Rio Grande do Sul, um dos candidatos à CBB, e que também o é na FGB, arma junto a filiados uma prorrogação de mandato para depois da eleição na CBB, exatamente para se manter no poder no caso de não se eleger para o cargo maior confederativo, numa ação que beira o absurdo. Mas o conseguiu com uma votação de 19 a 2, provando o quanto os filiados federativos são os autênticos e verdadeiros culpados pela perpetuação de dirigentes negativos e incompetentes no comando confederativo.

E de repente me vejo algo escravizado a tão nefastos assuntos, que denigrem o grande jogo, que mancham nossos sonhos de um país educacionalmente mais justo e democrático. E me rebelo mais uma vez, resolvendo omitir e desprezar Gregs, Chaks & Carls , dentre muitos outros de estirpes felpudas como estes, gente que alija de seus projetos as mais primárias necessidades educacionais e culturais de nossas crianças e adolescentes, ansiosos e carentes de ajuda e apoio.

Daqui para diante somente em caráter absolutamente critico tornarei a perder meu precioso tempo com tais e ínfimas pessoas, voltando ao meu amado oficio de discutir técnicas, táticas, fundamentos, princípios didático-pedagógicos, estudo e pesquisa, assuntos que não deveriam ter sofrido soluções de continuidade, para promover quem absolutamente não merece meu tempo e atenção.

Estando a 6 artigos da marca dos 500 publicados, dedicarei os mesmos a uma nova série, Falando um pouco de sistemas, cujo artigo inicial tem sido o mais visitado no blog, desde sua publicação em 2004.

Creio que desta forma atenderei os jovens técnicos que se iniciam na arte do treinamento, e aos mais veteranos também, desejando que estabeleçam sadias e profícuas discussões, que é uma marca positiva deste humilde blog.

Um abração a todos.

Amém.



Deixe seu comentário

Comentários Recentes


    Warning: mysql_query(): Access denied for user ''@'localhost' (using password: NO) in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_query(): A link to the server could not be established in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 7

    Warning: mysql_fetch_row() expects parameter 1 to be resource, boolean given in /home/paulo/public_html/blog/wp-content/themes/paulomurilo/functions.php on line 8